Concerto para violino n.3 | W.A Mozart

Mozart compôs o Concerto para Violino No. 3, K. 216 em 1775, quando ele tinha apenas 19 anos e morava em Salzburgo, na Áustria. Mozart às vezes se referia a este concerto como o Concerto de Strassburg, porque ele usou parte de uma música de dança da cidade de Strassburg no terceiro movimento final deste concerto (a melodia era aparentemente conhecida como “The Strassburger”). O Concerto para Violino No. 3 é um exemplo do domínio de Mozart sobre a “forma concerto” do período clássico. Este concerto está em uma estrutura de três movimentos com a seguinte forma de concerto padrão:

Primeiro movimento rápido na forma sonata-allegro (forma sonata-allegro consiste em uma exposição do tema, desenvolvimento do tema e termina com a recapitulação ou retorno do tema).


Segundo movimento lento com um tema A-B-A.


Um terceiro movimento rápido em uma forma de rondó.


DICAS DE TÉCNICA: Este arranjo do Concerto para Violino Nº 3 de Mozart foi retirado do segundo movimento lento do concerto e é intitulado “Adágio”, indicando que um ritmo vagaroso e lento deve ser usado. Esta peça apresenta uma melodia escalar e serena (escalar significa mover na forma de uma escala).

O renomado estudioso de Mozart, Alfred Einstein, descreveu este movimento como: “um Adágio que parece ter caído diretamente do céu”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Você também gostará desses artigos

Deixe uma resposta